Sejam Bem vindos

Tradutor

18 de janeiro de 2014


Dança do Punhal


A dança do punhal tem sua origem a Turquia, mas precisamente os ciganos. 
Em 1700 e 1800, as mulheres russas e italianas eram raptadas pelos ciganos por serem mulheres muito vistosas e bonitas, e por isso eram disputadas pelos homens para que posteriormente fossem desposadas pelos mesmos. 
E depois de cada disputa o punhal era enterrado na terra para descarregar as energias negativas de quem o empunhasse. 
As ciganas usavam esse ritual para disputar os seus pretendentes, o punhal indicava a disponibilidade da dançarina perante o homem desejado. 
Cada gesto usado com o punhal tem uma simbologia própria. 

Esta dança trabalha o espírito da luta pessoal e a aceitação dos desafios que a vida nos oferece. 
Quase nada se sabe sobre sua origem, mas alguns acreditam que, para os egípcios, era uma homenagem à Deusa Selkis, que simbolizava a morte e a transformação.
Numa outra versão, essa dança era realizada pela odalisca predileta dos Sultão. Para mostrar seu poder às outras mulheres do Harém, ela tomava do Sultão seu punhal e dançava diante de todos. 
Com isso, ficava provado que ele tinha total confiança nela.


Coreograficamente esta dança tem a teatralidade muito presente, se tratando da versão mais ancestral das mulheres da Turquia, a coreografia deve ser fiel ao contexto que se seguia: mulheres aprisionadas, sequestradas, lutando por sua liberdade, sua integridade física ou algo mais contemporâneo, obedecendo o sentimento da bailarina, a sua interpretação, o Punhal como acessório, contundente, ao que ela quer demonstrar.

Simbologia usada em cena:

  • - Punhal com a ponta para fora da mão: a bailarina está livre; com a ponta para dentro, está comprometida
  • - Punhal no peito: demostração de amor 
  • - Punhal no meio dos seios com a ponta enfiada no decote: sedução 
  • - Punhal na testa com a ponta para baixo: magia 
  • - Punhal na horizontal da testa: assassino 
  • - Punhal nos dentes: desafio
  • - Punhal na cintura: sedução
  • - Equilibrar o punhal no ventre: destreza 
  • - Bater o punhal na bainha: chamado para dança 
  • - Punhal entre as mãos, sinuoso: homenagem a alguém da platéia



Fonte: Blog/Naya Fahima 
Video: Selena Hadarah



Nenhum comentário:

Postar um comentário