Sejam Bem vindos

Tradutor

11 de janeiro de 2014


MÃE CIGANA

A mãe na família cigana é a estabilidade, o referencial.
 O equilíbrio da estrutura familiar depende de seu próprio equilíbrio.  
Todos contam com ela e a ela recorrem. 
 É para ela que o esposo retorna após o dia de trabalho buscando aconchego e ela lhe põe o prato e observa enquanto ele se farta do alimento como se fosse um presente - e ela enxerga assim. 
Nas festas ela dança enquanto ele a observa, orgulhoso de sua virtuosa esposa. 
Mãe muito carinhosa - sempre com um filho no colo, extremamente cuidadosa com os filhos e com o lar, dela são cobradas as atitudes corretas de seus filhos. 
Ter um filho rebelde significa que ela não soube educar, não passou os valores necessários para adaptação da criança ao grupo. 
Muito amada e respeitada por todos, seus filhos devem sempre acatar suas decisões, principalmente a menina que deverá reproduzir todas as virtudes de sua mãe. 
 A criança representa a possibilidade de continuidade, a certeza da preservação de sua cultura. 
Certamente não encontraremos um idoso cigano em um asilo, nem tão pouco uma criança cigana em um orfanato, e nem mesmo abandonada pelas ruas.  
Uma cigana nunca pratica voluntariamente o aborto. 

Fonte: http://karahayara-cartasciganas.blogspot.com.br/2012/05/quem-e-mae-cigana.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário