Sejam Bem vindos

Tradutor

27 de janeiro de 2014

Tela de Maria do Carmo da Hora

Cigana Maria Dolores



Maria Dolores era uma cigana especialista em prever o futuro com suas cartas de tarô.
Um certo dia, a sua caravana armou acampamento perto de um reino.
Logo, a fama de Maria Dolores chegou aos ouvidos da rainha, que numa noite de Lua Cheia, entrou escondida no acampamento para se consultar com a cigana. 

Esta taróloga jogou as cartas para a monarca e disse: 
- O marido de Vossa Majestade morrerá daqui a uma semana de problemas do coração, no mesmo dia a senhora descobrirá que está grávida e achará um tesouro no porão do castelo. 
Sete dias se passaram e o rei teve um infarto. Naquele momento a rainha desmaiou, foi examinada por médicos e descobriu que estava gestante.

Logo, ela se lembrou da profecia da cigana e foi até o porão do palácio com a finalidade de achar um tesouro. 
Assim, lá esta nobre achou um baú cheio de jóias preciosas.

Deste jeito, a rainha foi até o acampamento e disse para Maria Dolores: - Você não gostaria de trabalhar como minha conselheira particular?
A adivinha respondeu: - Não, pois sou nômade e amo viajar para todos os lugares. 
A monarca insistiu: - Aceite logo, eu pago bem! Maria Dolores explicou: - Infelizmente não posso aceitar.

Naquela mesma noite, a rainha mandou seus guardas raptarem a adivinha. Deste jeito, ela prendeu a cigana no calabouço e disse: - Agora você é minha escrava! - Jogue tarô para mim. 
Maria Dolores explicou: - Infelizmente, não consigo ver nada nas cartas presa deste jeito. Meu espírito é livre e só consigo ver o destino das pessoas quando estou em liberdade junto com o meu povo. 
A monarca enfurecida falou: - Já que você está de má vontade comigo, se prepare para o pior: - Amanhã você será queimada na fogueira, da Inquisição, sob a acusação de bruxaria. 
Depois que a rainha saiu, um guarda aproximou-se da cigana e disse: - Saiba que sou seu admirador e não deixarei que nada de mal lhe aconteça. 
Eu tenho a chave desta cela e a libertarei. Porém, você precisa fugir comigo num barco e assim viajaremos em pleno mar. 
Afinal, estou apaixonado por você.

A taróloga disse: - Sim, eu aceito. Desta maneira, o guarda abriu a cela, vestiu a cigana com roupas de militar e os dois fugiram num barco no mar. Depois de vários dias navegando no enorme oceano, os dois chegaram a uma ilha, que hoje em dia é chamada de Cuba, onde foram saudados pelos nativos. 
Lá as pessoas gostavam de dançar um ritmo chamado de rumba. 
Então, Maria Dolores ensinou alguns passos de dança cigana para as nativas. Desta maneira surgiu a dança chamada de “rumba cigana”, que consiste em batidas na saia rodada, giros, mexidas de ombros e quadris. 
Depois de algum tempo na ilha, o casal retornou para a Europa, onde Maria Dolores reencontrou o seu povo e espalhou os passos da rumba cigana. 


Texto:Luciana do Rocio Mallon

Nenhum comentário:

Postar um comentário