Sejam Bem vindos

Tradutor

20 de abril de 2014


Tela de Rita Andrade

CIGANA CARMELITA


Dizem que por volta de 1200 na Espanha quem não pertencia ao Catolicismo, eram perseguidos pela igreja e tratados como hereges.

...Foi nesse cenário que um acampamento de ciganos foi dizimado, só restando uma mulher com seu filho.

Na fuga acabaram na orla de uma praia e são recolhidos por piratas.

Ao embarcarem a mulher morre e o menino e criado pelos piratas. O menino virou homem e adaptou-se na vida de pirataria.

Certa vez, retornaram a praia onde o menino tinha sido encontrado,como a igreja trocava favores com os piratas o jovem rapaz pode circular pela cidade livremente.

Ali perto existia um acampamento cigano e o rapaz foi ate la e contou sua historia e foi muito bem recebido pelo clã de ciganos. Sempre que podia ele ia ate lá só pra ver uma bela cigana que se chamava Carmelita.

Quando chegou a hora de partir ,ele implorou que Carmelita fosse com ele. Carmelita sofria por estar apaixonada, mas pensava muito na sua família e que estava comprometida .

Carmelita pediu um sinal ao céu...

No dia programado para fuga, Carmelita se dirigiu a praia levando um bolo de mel, as nuvens esconderam a lua e ficou difícil transitar pelo caminho tão acidentado.

Ela prendeu seu pé em uma fenda de pedras e chorando viu o navio dos piratas partir.

O rapaz também chorava, quando a lua voltou e viu a bela cigana presa nas pedras sem pensar se jogou ao mar para salvá-la.

Os pais de Carmelita preocupados com sua ausência saíram procura-la e a encontraram desfalecida a socorreram e levaram ela para o acampamento.

Ao chegar ao local o jovem rapaz só encontrou o lenço e chorando muito acreditou que a bela cigana havia morrido. 

Por esse motivo o rapaz nunca mais retornou aquela praia, mas guardou o lenço ate o dia de sua viagem final.

Carmelita nunca se esqueceu o que vivera naquela praia ,todos os anos Carmelita ofertava um bolo de mel ao mar para pedir proteção ao grande amor de sua vida .

E para celebrar a eternidade do amor que permaneceu em seu coração....


Fonte: Estudo Umbanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário