Sejam Bem vindos

Tradutor

8 de abril de 2016


As Ervas e a Magia dos Banhos

Abaixo segue a descrição de alguns tipos de ervas neutras, que podem ser utilizadas por qualquer pessoa.

Ervas para limpeza energética:
manjericão, louro, sálvia, hortelã, tomilho, camomila, manjerona, melissa, erva cidreira.

Ervas para energização e prosperidade:
cravo da índia (sem a bolinha), noz moscada, erva doce, anis estrelado, louro, pixuri.

Ervas para atração:
macaçá, angélica, pétalas de rosas amarelas e cor de rosa, jasmim, calêndula.
Procure sempre uma loja onde você encontre banhos elaborados com ervas selecionadas e totalmente naturais ou em casas de ervas que sejam de total confiança.
Consulte também um terapeuta para lhe indicar qual o melhor tratamento e tempo de utilização. 
Sua parte física é de suma importância para você e merece atenção e cuidados.


A Magia dos Banhos

O simbolismo da água é a vida. 
Assim, ela pode ser associada a ervas, plantas, flores e especiarias para promover a renovação de nossas energias, nos libertar da negatividade e aumentar o nosso campo aurico. 
Para realizar os banhos energéticos, que devem ser feitos sempre depois do banho comum, deve-se dissolver um pouco de ervas, flores, especiarias ou gotas de essência em aproximadamente dois litros de água.
Contudo, as ervas ou flores que se não forem secas, devem ser lavadas em água corrente antes de seu uso, só podem ser colocadas depois de ferver a água e retirá-la do fogo.
Faça uma infusão, deixando as ervas na água fervida, com a panela tampada por mais ou menos quinze minutos.
Mexa sempre com uma colher de pau e nunca com as mãos, para que assim você não elimine o efeito de seus ingredientes.
Só use o banho quando a água estiver morna, acrescentando mais água do chuveiro à infusão.
Após o banho comum, jogue o banho em seu corpo. 
Algumas crenças e religiões determinam que o banho deve ser jogado do pescoço para baixo, por isso sugiro que você faça do modo como preferir. 
Sob meu ponto de vista não vejo mal algum em utilizar o banho da cabeça até aos pés, mais siga seu coração pois é importante que você siga sua intuição e seu conhecimento interior e esteja atento para o fato de que na cabeça é que está o ponto energético que cuida do seu equilíbrio espiritual, é lá que está a sua ligação com o divino, o chamado de chackra coronário.
Jogue as sobras das ervas e ingredientes usados nos banhos em água corrente ou deixe-os em um jardim, onde haja natureza e sobre a terra para que aconteça a transformação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário